Nove profissões do FUTURO

Com os avanços da ciência, algumas profissões já estão se tornando obsoletas — e muita gente perderá o emprego para robôs. Por outro lado, muitas outras carreiras deverão explodir graças ao progresso tecnológico.

Um levantamento da Michael Page, consultoria especializada no recrutamento de alta e média gerência, indica algumas ocupações curiosas que serão muito demandadas no futuro próximo.

A partir de 2030, o encurtamento das distâncias entre tecnologia, trabalho e sociedade darão um forte impulso nas seguintes carreiras, de acordo com Ricardo Basaglia, diretor-executivo da companhia:

  1. Consultor de genoma: A função desse especialista em genética será oferecer possibilidades de prevenção de doenças e até alterações físicas em seres humanos que ainda não nasceram.
  2. Consultor de longevidade: As gerações do futuro viverão mais e, de acordo com o diretor da Michael Page, deverá haver uma intensa demanda por consultores de longevidade, isto é, especialistas em técnicas, projetos e serviços para tornar a terceira idade mais saudável.
  3. “Hacker” genético: No universo da tecnologia, o “hacker” é aquele consegue fazer alterações em um sistema a partir de conhecimentos profundos sobre o seu funcionamento. Transposto para o universo da biologia, o “hacker” genético será o profissional responsável por melhoramentos em nível celular, microbiológico, que já fazem parte do agronegócio, por exemplo, desde o advento dos transgênicos.
  4. Policial virtual: “O policial digital será treinado para investigar fraudes, furtos, distorções, quebra de reputações, formação de quadrilhas, tráficos em diversas escalas, em suma, crimes que ocorrem por meio de dados, algoritmos, softwares”, explica Basaglia.
  5. Especialista em simplicidade: Com o oceano de informações e tarefas que invade nossas vidas todos os dias, o mercado será cada vez mais receptivo a profissionais que saibam simplificar processos, discursos, serviços e produtos.
  6. Assessor de aprimoramento pessoal: Não é nenhuma novidade contratar pessoas externas para superar problemas pessoais ou profissionais — coaches, mentores e especialistas em mindfulness que o digam. De acordo com Basaglia, esse tipo de carreira deve se expandir ainda mais no futuro.
  7. Programador de entretenimento pessoal: Esse profissional atuará como uma espécie de consultor para ajudar a escolher séries, shows e restaurantes de que seus clientes mais têm probabilidade de gostar. Empresas como Google, Facebook e Amazon já contratam esse tipo de serviço.
  8. Curador de sustentabilidade: Segundo Basaglia, há um enorme potencial de desenvolvimento para tecnologias de previsão sobre os efeitos climáticos de furacões, inundações e secas persistentes. Essa inteligência será crucial para biólogos, geólogos, químicos e ambientalistas estudarem os fenômenos naturais quase em tempo real.
  9. Especialista em gestão de resíduos: Esse profissional será muito demandado no futuro próximo por causa da enorme quantidade de resíduos produzida e despejada de maneira imprópria na natureza.

Fonte: https://exame.abril.com.br/carreira/

Por Claudia Gasparini – Publicado em 17 out 2017