agosto 30, 2016

Depoimentos

“Comecei a trabalhar aos 12 anos e, por último, trabalhei durante 14 anos na Fiat Automóveis. Nos dois últimos anos em que eu estava na empresa, resolvi voltar a estudar e entrei no curso de Direito da PUC Minas. Algum tempo depois, fiquei desempregado. Mas não desisti e continuei com o curso, apesar de começar a viver dificuldades financeiras. Queria ir atrás do meu sonho! Um dia, um amigo me falou sobre a Fundação José Fernandes de Araújo, que, desde então, tem me ajudado a completar meu curso e conquistar aquilo que eu desejo.”
Amauri Eustáquio Souza
Cursando o 8º período de Direito -  47 anos
August 31, 2016
A Fundação José Fernandes de Araújo não se tornou apenas uma entidade que me dá um auxílio financeiro, mas parte da minha família. Não me esqueço das palavras de Dom Serafim, no primeiro dia em que vim aqui: ‘o que oferecemos não é uma esmola, mas uma ajuda pra vocês levarem adiante e ajudarem ao próximo”. Graças a esse auxílio financeiro, serei o primeiro na minha família a ter um curso superior. Meu avô foi pedreiro a vida inteira e sempre dizia que eu seria servente e pedreiro. Ultimamente ele dizia: ‘o servente está virando engenheiro, doutor!’. Nunca tínhamos o dinheiro para pagar a matrícula e as mensalidades. Mas, graças a Deus, o dinheiro sempre aparecia, com a ajuda de meu pai e meus tios. Foi então que fiquei sabendo da Fundação, que passou a me ajudar desde o segundo semestre de 2013 até hoje. Se não fosse a Fundação, não sei como teria conseguido prosseguir com o curso.”
Kleyton William
Cursando o 9º período de Engenharia Civil. -  22 anos
August 31, 2016